Available in ENFRES

#LeadYoung - Richard Branson: criando novas maneiras de fazer negócios e gerar impacto positivo desde os 16 anos de idade

Poucos empreendedores tiveram mais iniciativas de sucesso do que Richard Branson. E quem pode competir com ele em termos de estilo? Há muito tempo, Richard aplica sua energia e habilidade empreendedora para resolver problemas sociais.

Inspirado por Nelson Mandela, ajudou a lançar "Os Anciãos" (The Elders), um grupo independente, composto por alguns dos principais líderes globais, que tem como objetivo combater problemas-chave do mundo. Em 2009, frustrado pela falta de reação às mudança climática, criou a Carbon War Room para reduzir as emissões globais através do escalonamento de soluções empresariais, com base no mercado. Em 2013, Branson e Jochen Zeitz fundaram a B Team, uma plataforma que pressiona empresas a buscar novas formas de fazer negócios, beneficiando as pessoas e o planeta.

O empreendedorismo é tão central para Richard Branson que é difícil imaginá-lo fazendo qualquer outra coisa quando jovem. E foi assim mesmo: quando tinha apenas 16 anos ele criou a revista "Student". Como seria de esperar, ela não foi concebida em pequena escala ou de forma amadora. A primeira edição cobria temas de um perfil de Vanessa Redgrave a uma reportagem sobre escravidão na atualidade. A "Student" era heterodoxa, tinha estilo e não temia a controvérsia.

Uma vez envolvido, num sinal das muitas coisas que aconteceriam em sua vida, Richard entregava-se completamente. Convenceu seus pais de que precisava trabalhar em tempo integral na sua criação, e mudou seu escritório de uma saleta em sua escola para um porão em Londres. Sempre disposto a aprender e adaptar-se, começou a vender discos a preços reduzidos nas contra-capas da revista. Essa foi a base da Virgin Records, que mais tarde foi vendida por um bilhão de dólares. Esse foi seu ponto de partida para centenas de negócios ao redor do mundo.